13 outubro 2014

It's a Girl Thing


  Essa semana eu estava assistindo um video da Lully (que eu ando assistindo bastante, pois o canal dela é ótimo) e ela estava falando sobre uma campanha da ONU o It's a Girl Thing. No video ela explica o que é a campanha, mostra o curta (do qual ela participou) e fala um pouco de como podemos ajudar nessa campanha. Eu não sabia sobre a existência dela e achei muito importante para as meninas. Então no post de hoje eu decidi falar um pouquinho da campanha e sobre os motivos dela ter sido criada. Também estou elaborando uma série de posts tendo as mulheres como tema (E os posts não serão chatos, prometo). Sei que 95% do publico do blog são garotas e acho que é importante falar sobre esse assunto que é tão importante para nos garotas: nossos direitos. Quero aproveitar também para conscientizar os garotos que por acaso lêem o blog. Não podemos mudar o mundo quando só a metade esta empenhada nisso. Eu já falei algumas vezes aqui no blog que eu sou feminista (não, eu não sou lésbica, nem louca, nem sou vagabunda, nem histérica. E eu não odeio os homens, eu até namoro com um....) e acho que também é uma boa oportunidade para mostrar um pouco as pessoas o que é o verdadeiro feminismo.

O que é o It's a Girl Thing

  Em outubro de 2012 a ONU criou o Dia Internacional da Menina. São varias empresas e organizações que querem lutar para ajudar as meninas a ter acesso educação e erradicar a pobreza. É garantir que as meninas tenham acesso aos seus direitos.

Assistam o video da Lully para saber mais e assistir o curta.



"Mas a gente mora no Brasil, não tem essas coisas...."
 Se engana quem pensa assim. Eu moro em uma cidade pequena em Minas Gerais, eu vivo na parte urbana, mas a 15 minutos daqui chego em fazendas que as garotas e mulheres são impedidas de estudar, sofrem violência psicológica e sexual caladas, são menosprezadas. Essa realidade que muitos pensam está tão longe, em países distantes, esta aqui do nosso lado. É só você sair na rua, mais para o centro da sua cidade, que vai ver muitas meninas moradoras de rua.

"Por que eu deveria ajudar?"

Por que a educação das meninas é fundamental. Há 65 milhões de meninas tendo este direito negado e queremos mudar isso. Através da educação primária e secundária ajudar as meninas a quebrar o ciclo de pobreza. 1 em cada 5 meninas ao redor do mundo é negada uma educação pelas realidades quotidianas da pobreza, da violência e da descriminação. 1 em cada 3 mulheres nos países em desenvolvimento é casada antes dos 18. 150 milhões de meninas a experiência de anos de violência sexual. A luta é para que essas meninas tenham vidas dignas e esperança no futuro.

Alguns links interessantes:

Mais informações sobre o It's a Girl Thing

Confira na íntegra o discurso de Malala Yousafzai na ONU

Tradução do discurso realizado por Emma Watson em evento da ONU

A um tempo estou querendo usar essas ilustrações lindas....

  Eu não conhecia o projeto e achei muito importante. Espero que mais pessoas pelo mundo se sintam tocadas e se sintam encorajadas a entrar nessa luta. Ela não só  interessa as meninas, mas a todos que estão a sua volta, pois essas meninas são o futuro do mundo.

16 comentários:

  1. Muitas meninas em toda parte do mundo são proibidas de estudar, e isso existe no brasil como aqui na europa também. Devemos lutar pelo o direto de todas meninas, que sonham de estudar e ganhar alguma informação mas são impedidas. Eu nasci em uma cidade do interior de minas, e já vi muitas meninas sendo proibidas de ir a escola porque não terminaram de arrumar a casa a tempo e tal, eu já passei por isso, a minha mãe as vezes não deixava eu ir a escola ou participar de formações pois eu tinha a casa para arrumar e os meus irmãos para cuidar, então conheço bem o sentimento de querer ir a escola e não poder. Eu também na minha cidade já ouvir vários relatos de meninas que foram abusadas sexualmente, como já ouvi aqui em Portugal, eu tenho duas amigas no qual foram abusadas sexualmente ainda criança, a do brasil foi pelo padrastos , e a de Portugal foi pelo primo da tia, e o que todas elas reclamam é a falta de apoio que receberam e como a sua mãe (brasil) e a sua tia (portugal) não fizeram nada.
    Eu acho que infelizmente vivemos em um mundo no qual a mulher em si, e sempre tanta como culpada, so por quer a menina usa uma roupa curta ela merece ser violada?? CLARO QUE NÃO!! Mas infelizmente muitas pessoas pensam assim, e muitos meninos da nossa idade também por incrível que pareça. E lamentável a nossa sociedade.

    Com carinho, Hina || Aishiteru em Contos ||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Hina eu te admiro demais, pois você tem um pensamento conciente e é muito inteligente.
      Ainda hoje as coisas não são faceis para as meninas mesmo. Parece até mentira os fatos que citamos, mas ainda acontece. Essas meninas não tem apoio da familia e isso é um coisa tão cruel.Eu também não suporto essa coisa de "também, estava com aquela roupa". Homens andam sem camisa por ai o tempo todo e não tem ngm os assediando, nem com palavras. É lamentavel ver que alguns homens da nossa sociedade se tornaram monstros que pensam com o pênis. Obrigada pelo comentário Hina. Beijos.

      Excluir
  2. Nossa, que projeto legal. Adorei *u* Muitas meninas não tem oportunidade que a maioria de nós temos. Não podem estudar, não tem direitos, não são respeitadas. É extramente inaceitável uma coisa dessas. Nós vivemos no século 21, não no 18. Adorei esse post, principalmente quando você falou que era feminista (e acrescentou dizendo que não é um monte de coisas sidhrfows~).

    primavara-soare.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é legal? Realmente ainda é bem dificil a realidade de muitas meninas e eu sempre pensei que queria mudar isso. Espero que fazendo postagens como essa pelo menos divulgue a ideia.
      Ah tem de ter essas observações porque o que tem de gente que me rotula dessas coisas e muitas outras.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk chega a ser engraçado.
      Obrigada pela visita. Beijos

      Excluir
  3. Não sou feminista, nem machista, sou igualitária, acho que todos deveriam ter os mesmos direitos. Porém, confesso que ainda sofremos muito machismo. Sempre falam que homens são mais fortes, mais respeitados, melhores e tal. Um exemplo disso é o seguinte fato: um homem que namora com muitas mulheres é pegador; uma mulher que namora com muitos homens é vadia.

    Adorei a campanha! Procurarei saber mais sobre ela em breve.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que pra mim o feminismo é uma causa melhor a defender, pois são as meninas que sofrem mais com a cultura atual. Não que os homens não sofram também com o machismo. Eu sempre uso o exemplo que você citou, eu fico com muita raiva quando dizem que vão me chamar de puta por isso ou aquilo. Da vontade de mandar todo mundo pra ponte que partiu.
      Que bom que gostou, procure saber sim, é muito importante.

      Excluir
  4. Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse projeto, e se você não tivesse publicado, acho que ficaria sem saber. É uma causa super importante, muitas pessoas dizem que isso de mulheres serem consideradas inferiores não existe mais, mas não é verdade, as mulheres conseguiram muitos direitos com o passar dos anos, mas ainda existe aquele velho preceito de que mulheres não podem fazer isso nem aquilo apenas por seres mulheres. Em muitos lugares aquela velha realidade da mulher ficar em casa lavando louça, roupa e cuidando dos filhos enquanto o marido trabalha é algo comum. Eu não sou feminista mas apoiaria a causa, acho que todos devem ter direitos iguais.

    E ah, antes que eu me esqueça, te indiquei em uma tag no meu blog.

    kissus, winterofme.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz de concientizar as pessoas. Eu vejo muita gente falando que as mulheres de hoje reclamam de barriga cheia e eu fico revoltada com isso porque a realidade de muitas meninas não mudam porque as pessoas fecharam os olhos pra isso. Não é preciso ser feminista para se empenhar nas causas importantes :D

      Excluir
  5. Oi Nami! Como você esta? Eu ainda não conhecia esse projeto e realmente me emocionei ao ver a curta, eu sou feminista e acho que o "feminismo" se contorceu ao passar dos anos mais ainda existe pessoas que lutam realmente pelo que é justo! Eu ainda não conheço ninguém que é sujeita a essa humilhação, mais tenho certeza que aqui em SP existe várias meninas passando por isso, em pleno seculo 21 ainda acontece essas coisas..
    Beijos
    loves-sugar.blogspot.com.br
    Se puder irei realizar uma postagem no meu blog sobre esse projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jamily, eu estou bem
      Oh fico feliz por achar alguém que pensa como e eu. Eu também me senti bastante tocada pelo curta. Diferente de você eu conheço muitas meninas que ainda passam por situações dificei por serem meninas, acho que é por isso que eu me sinto tão motivada a divulgar esse tipo de informação.
      Realmente o feminismo hoje parece esta meio distorcido, mas acho que é preciso lutarmos pelo verdadeiro feminismo.

      Excluir
  6. Caramba! Achei demais essa campanha. É por isso e outras que ainda tenho fé da raça humana. Tomara que dê muito certo, que esse tipo de campanha vire mais sucesso que os tais desafios nas redes sociais! As mulheres estão a cada dia crescendo ainda mais na população, e o fato de colocarem elas na educação irá melhorá muitíssimo! É isso aí! Gostei.

    www.1quartodecafe.com
    Sente-se, pegue sua xícara de café e se delicie com o nosso blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também espero que ela se espalhe e muitas meninas sejam beneficiadas com ela. A gente tem de divulgar para que mais e mais pessoas saibam e ajude.
      Adorei a chamada do seu blog, já vou passar lá.

      Excluir
  7. Oi Nami! Cheguei!

    Outra vez comentei aqui, só que deu erro... então estou comentando novamente. rs

    Uma pena, ainda existe lugares que não aceitam os direitos das mulheres. Já cansei de escutar que elas nasceram para ficar cuidando da casa dando agrados para os homens, aceitando toda responsabilidade que passasse.

    Já vi machismo em alguns casos, acho "impressionante" que como esses caras conseguem pensar de que as mulheres devem ser submissas a eles, nunca pensou no lugar delas, vê elas como seres iguais as outras, nunca pensou em retribuir algo que elas fizeram, realmente acho "impressionante". E o que reparo neles, não é apenas para as mulheres que tratam desse jeito, ele faz isso em geral. Então machismo é algo parecido com egoísmo, um pensamento que o mundo dá voltas apenas ao redor dele. Pois nunca souberam que homem de verdade saibam respeitar as pessoas.

    Kiss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mie o/
      Oxi que pena, mas que bom que não desistiu de comentar neh?
      Uma pena mesmo, que ainda aconteçam coisas assim. Eu adorei a forma que você colocou o machismo, eu nunca tinha pensado exatamente dessa forma. Arrasou no comentário Mie. O machismo é mesmo uma forma de egoismo. Outro dia eu vi um texto em um blog que dizia que o que falta na humanidade é empatia, e pensando nessas coisas vemos que é verdade.

      Excluir
  8. a iniciativa é ótima. mas, sabe, algumas vezes não sei como ajudar. mesmo quem teve algum trauma. ;_;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você não tem muita ideia ou jeito pra coisa pelo menos divulgue a ideia para que mais pessoas tenham consciência do que está acontecendo.

      Excluir